Close
Quero conhecer
Quero conhecer
Bankly 26/01/2022 13:00:00 3 min leitura

Retrospectiva 2021: um ano de muito crescimento

O ano de 2021 foi de muita evolução e crescimento para o Bankly. A ascensão das embedded finances trouxe mais possibilidades de realizarmos a nossa missão de descentralizar a oferta de serviços financeiros, oferecendo soluções modulares para os mais variados modelos de negócio. Por isso, resolvemos dividir com você alguns destaques dos últimos meses.

Nascemos em 2020, mas 2021 ficou marcado como o ano do nosso crescimento. Só neste ano, transacionamos mais de R$25 bilhões e crescemos 87% em receita de novos contratos. Além disso, chegamos a mais de 200k contas abertas e 178k cartões ativos.

Nosso time cresceu ainda mais! Atualmente, contamos com mais de duzentas e trinta pessoas focadas em garantir as melhores soluções para nossos parceiros. E falando em parceiros, já são mais de 170 confiando nas nossas soluções e crescendo junto com a gente.

Lançamos o Sandbox dos webhooks nas nossas APIs, funcionalidade que gera muito mais eficiência e praticidade para nossos parceiros.

Tivemos duas edições do Bankly Day, uma só para convidados e outra aberta para o público, a última com apresentação prática de 5 casos de uso de Banking as a Service e este ano vem mais por aí!

Lançamos o Playbook do parceiro Bankly, um documento com todas as informações necessárias para facilitar o processo de integração com a gente.

Fizemos várias descobertas junto com nossos parceiros para desenvolvermos soluções digitais que vão além das APIs. Uma delas é o painel Bankly, que vai permitir que os clientes acompanhem a integração e tenham maior autonomia e o app White label, voltado para as agências de marketing;

Essa retrospectiva é uma forma de relembrarmos o quanto evoluímos e para reforçarmos o nosso compromisso em seguir oferecendo as melhores soluções para nossos parceiros e continuarmos crescendo juntos. 

 

                                                           

Artigos relacionados

24/08/2020 16:37:00 3 min leitura

A história do Open Banking

O open banking é um conceito que está ganhando cada vez mais adeptos, principalmente, após a regulamentação do sistema pelo Banco Central do Brasil, o procedimento garante agilidade, inovação e o que todos buscam na hora de fazer negócios: segurança. Mas, vamos entender como teve início esse conceito de “Banco Aberto ou Sistema Financeiro Aberto”? O continente onde existe a maior presença do Open Banking é a Europa. Em 2015, o Parlamento Europeu regulamentou a Diretiva de Serviços de Pagamento, reconhecida como PSD2, ou Nova Diretiva de Serviços de Pagamento, que busca criar um mercado único de serviços por meio metodologia de pagamento integrado, fornecendo segurança e eficiência. Em agosto de 2016, a Autoridade de Concorrência e Mercados, do Reino Unido emitiu uma decisão que exigia que os nove maiores bancos do mercado, permitissem as empresas iniciantes licenças e acesso direto a seus dados para transações de conta corrente. No início de 2018, o novo regulamento entra em vigor e é criado pelo Open Banking Limited, uma organização sem fins lucrativos, pensado justamente para esse objetivo. A proteção dos dados dos clientes foi feita diretamente pelos bancos, por meio da Secretaria do Comissário da Informação. O serviço ganhou cada vez mais força com a disseminação nos Estados Unidos, Austrália, Japão, Hong-Kong que já estudam como implementar essa ideia. No Brasil, passou a ser um tema amplamente discutido, com isso o Open Banking poderá incorporar serviços básicos bancários como parte de um outro produto ou serviço. Esse sistema já aterrissou por aqui e os bancos tradicionais, se quiserem participar desse modelo, precisam se adequar. Lembrando que a implementação começará em novembro deste ano. O open banking permitirá que o usuário “elabore” seu próprio método financeiro, com produtos variados de diversos players, por meio de um único site ou aplicativo, por exemplo. Nenhum deles, no entanto, tem acesso aos dados sem que o cliente escolha compartilhar suas informações. Esse serviço deve ser visto como a tecnologia que faltava para houvesse competição simultânea entre bancos e fintechs. Essa integração ocorre por meio das APIs, que são as plataformas que trocam informações entre si e são atualizadas automaticamente, por meio das experiências desenvolvidas pelos programadores. Em breve, saberemos como o Brasil poderá aproveitar a melhor experiência europeia dentro da realidade brasileira, que está cada vez mais exigente na busca pela melhor bagagem e que esteja ao alcance de todos.
Iniciar Leitura
11/01/2021 15:30:00 9 min leitura

Uma plataforma de Banking as a Service com Licença Bancária

É inquestionável o crescimento do mercado de banking as a service no mundo nos últimos anos. Com esse avanço do mercado e amadurecimento do próprio produto e do nível de conhecimento sobre ele, surgem também novos modelos de negócio.
Iniciar Leitura
08/09/2021 09:45:00 1 min leitura

Está chegando a segunda edição do Bankly Day

O mercado financeiro está em constante desenvolvimento, principalmente com o crescimento das fintechs. Com isso, surgem novas soluções e nem sempre conseguimos acompanhar todas as novidades mais a fundo.
Iniciar Leitura